Novo disco do Sorry For All - The Noia Side of the Moon

Sorry for all

Sorry For All é um power trio de punk 77, formado em 2013. É Através de shows, amizades, zueiras e rodas punk, que  têm sido o combustível desta caipirice em forma de banda – formado por Lucas Gordela (guitarra e voz), Marcelinho Geléia (baixo e voz) e Hiro Bolívia (bateria). Em janeiro de 2016, a banda lançou seu primeiro álbum “Too Noia To Die” (independente). Gravado em um sítio escondido, nas florestas de Socorro/SP, o primeiro disco da banda possui 10 faixas.

E desta vez não foi diferente, ninguém sabe a localização deste sítio, talvez Benjamin Linus saiba a localização, mas enquanto não encontramos com ele, vamos direto ao assunto. Disco novo, Noia nova ou melhor, The Noia Side of the Moon, novo disco dos caras. Parafraseando o grande Pink Floyd, o disco está repleto de pérolas, destaque para duas delas, Goma de mascar, com uma letra que parece ter saído diretamente de algum disco do FYP e a canção Cage Door, Ska total The Noia Side of the Moon, letra noiaba, em resumo nota 10, ouçam aí que é diversão garantida:

Goma de mascar

Que se foda todo mundo
não aguento mais um minuto
hoje eu só quero cornetar

Eu não tenho mais certeza
nem cigarro, nem cerveja
será que aquela mina vai me amar?

Você foi embora
não sei onde ce mora
Por que eu fui me apaixonar?

Dia a dia vai passando
de tubão eu vou chapando
nem o Datena vai me aguentar

Cheguei em casa masturbano,
porno na sala e eu roncano
mamãe não quis me acordar

Eu não ligo pra mim mesmo
novo no bar comer torresmo
e no balcão minha pança apoiar

Cage Door                                 

The rain on my ears 
the pain in my head 
the doubt in my soul makes everything black 
be who I am is not enough 
lost in a world 
where money is god 
All this comfort 
just takes my essence 
but this all right and nobody sees the problem 

Peddling surrounding my wishes 
selfishness blind my heart 
and the rain keeps falling 
like a sweet melody 
I feel love in everything, he opens the cage door 
when you feel the wind in your face 
nothing leaves you down 
what you know that really matters 
detaches and goes its way 

Red in her mouth 
the green in your mind 
all the desire of land 
concentrate on you 
eyes like a bird over the abyss 
you are the key to open the cage

0 I like it
0 I don't like it

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *