Qual CMS devo utilizar?

por Diego Fernandes de Oliveira

Conheça alguns dos mais famosos e entenda por que utilizá-los

Quando entramos em um ateliê pela primeira vez e nos deparamos com inúmeras ferramentas de pintura, vêm diversas interrogações: “Que ferramenta devo utilizar?” “Um pincel ou espátula?”, “Barra de grafite ou carvão?”, “Em que ocasião posso utilizar tal técnica?”

Em desenvolvimento web também possuímos este impasse. Quando um cliente deseja um site que seja bem indexado pelos motores de busca do Google, torna-se necessário um painel administrativo para que ele consiga inserir conteúdo e administrar galeria de imagens. Em resumo: aquele site que você sempre fez em HTML não será mais a solução mais viável para o seu cliente.

Ele quer (e precisa) muito mais do que isso. Aí é que entra o CMS, mais conhecido por Sistema de Gerenciamento de Conteúdo, usado para criar, editar, gerenciar e publicar conteúdo de forma consistente, permitindo que o mesmo seja modificado, removido e adicionado com facilidade.

É a alternativa mais viável pois possui estruturas modulares, que podem facilmente ser modificadas e implementadas. Questão resolvida? Que nada. Aí é vem o grande dilema: “Qual CMS devo utilizar, e em qual situação posso utilizá-lo?

8618783583_4ce76f331b_z

Ilustração:Parents magazine – Illustrated by Robert J. Lee – June 1961

Temos inúmeros sistemas de gerenciamento de conteúdos de código aberto na web. Um mar de opções, na verdade. Relacionei abaixo as soluções mais conhecidas no mercado:

WordPress

Indiscutivelmente é CMS com mais seguidores, seu uso é bem difundido.Tem o dobro de extensões do Joomla (6000 extensões) e como blog é imbatível. Com um repertório cada vez maior de temas, plugins e widgets, este CMS é amplamente utilizado para outros formatos site também.

Alguns projetos rodando hoje em wordpress:  New York Observer , Nasa, Business Blog da CNN e, claro, o Carreirasolo.org

Joomla

O Joomla é bem completo para desenvolver inúmeros formatos de site (blogs, institucionais, ecommerce e até portais). Como o WordPress, o Joomla possui muitos seguidores e tem mais de 6000 extensões, fora a incontável quantidade de plugins, módulos e temas.

Projetos rodando em Joomla hoje:  Curso de Gradução de Artes de Harvard e a cadeira de restaurantes iHop.

Drupal

Drupal é uma ferramenta poderosa para a construção de sites complexos e avançados. Por ser mais complexo exige mais conhecimentos backend e frontend para utilizá-lo. Possui uma grande comunidade com vários usuários e com ótimo suporte para dúvidas.
Dois projetos para você ver o Drupal rodando são o site da revista Fast Company e a Pop Sugar.

Magento

Imbatível como plataforma de e-commerce, o Magento é uma ferramenta robusta para desenvolver lojas virtuais. Além disso, comporta a  possibilidade de implementação modular de sistemas ERP, ou Sistemas Integrados de Gestão Empresarial.Porém, para utilizá-lo é necessário bons conhecimentos e tempo para aprendizado da ferramenta.

Projetos rodando Magento neste exato momento:  Sierra Nevada, Crumbs e OmgJeans

Concluindo

Há ainda, novos CMS na praça como o Jekyll, Concrete5, Kohana, entre outros. Vale dar uma pesquisada para encontrar a melhor solução. E, claro, mesmo com muitas ferramentas na mesa, a força motriz mais bem desenvolvida e criativa ainda é o cérebro do desenvolvedor. Lute para que ele seja sempre insubstituível!

 

sketchplanations

Ilustração: sketchplanations.com

Você conhece ou utiliza algumas destas ferramentas em seu dia a dia de desenvolvedor? Conte para nós!