Luan Bates lança último single do álbum “The Morning Sun”

O cantor potiguar Luan Bates lançará, na próxima sexta-feira (14), a versão alternativa de “Damned Poetry”, último single do álbum “The Morning Sun”. A canção estará disponível em todas as plataformas via streaming.

Luan faz parte do atual cenário alternativo de Natal-RN, trazendo um som distinto em relação às demais bandas da cidade, com influências do rock da década de 1990, folk e country alternativo, mas mantendo a tradição local de letras escritas em inglês.

Luan Bates, foto promocional 2020, por Clara Cortêz.

Acompanhada de duas faixas inéditas – “On Your Mirror” e “I Just Wish Time”, “Damned Poetry” tem forte influência de bandas que foram sucessos nos anos 90, como Verve, Oasis, Stone Temple Pilots e New Radicals.

“Damned Poetry é, ao mesmo tempo, uma reflexão sobre os desafios da vida e o desejo de enfrentá-los, e uma homenagem às inspirações que me fizeram escrever todo o disco”, disse o cantor.

Luan Bates, foto promocional 2020, por Clara Cortêz.

Aos 25 anos, Luan possui diversos lançamentos nos últimos anos, desde trabalhos mais experimentais com os codinomes Scangledcrow (2014) e Tendre (“Guia Prático Contra o Bloqueio Criativo” – 2016), até os projetos oficiais de sua carreira solo, com os singles “Listen Up, Mates” (2016) e “Distant Minutes” (2017), que também fazem parte do álbum de estreia do músico, “The Morning Sun”, lançado no final de 2018.

Em 2020, Bates iniciará as gravações de seu próximo disco, com lançamento previsto para o início do segundo semestre..

OUÇA O EP “DAMNED POETRY”:

SIGA LUAN BATES NAS REDES SOCIAIS:
https://www.facebook.com/luanbatesmusic/
https://instagram.com/luan_bates

 

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café e averso a picanha, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *