O traço que colore o feminino de Emy Oliveira

1.Um resumo de quem é Emy Oliveira.
Sou introvertida e amante do céu e das cores do sol ao se pôr. Eu dou vida à emikua.

2.Quais são suas principais influências?
Me inspiro bastante em dois artistas: o Eduardo Vieira pelo modo que ele usa as cores e a Juliana Lossio pela forma que usa as ilustrações como meio de protesto. Além deles, meus amigos artistas também me influenciam demais, é ótimo poder trocar conhecimento sobre o assunto.

3.De que forma e quando você desenvolveu seu estilo com as ilustrações?
Desenhando muito! Depois de muitos desenhos, o seu traço começa a aparecer naturalmente. Mas não estou onde gostaria, ainda tem muitas técnicas que quero experimentar, e sinto que meu estilo ainda vai mudar bastante.

4.O arte pode funcionar como válvula de escape? De que forma isso influencia em sua vida?
Quando eu estou desenhando, é como se nada mais importasse e consigo sentir minha existência, consigo ver sentido em tudo isso. A arte salva e devolve o controle que às vezes perdemos.

5.Você mantém vários sketchbooks? Qual é a importância desta forma de registro?
Sim! Além de deixar clara a evolução com o passar do tempo, também é ótimo pra organizar os estudos e as ideias, sem a pretensão de criar uma obra-prima.

6.Diz aí, 5 livros/HQs, 5 filmes e 5 discos favoritos que você levaria para uma ilha deserta?

LIVROS
O papel de parede amarelo – Charlotte Perkins Gilman
Bonsai – Alejandro Zambra
O livro dos abraços – Eduardo Galeano
Um pedaço de madeira e aço – Christophe Chabouté
Em algum lugar nas estrelas – Clare Vanderpool

DISCOS
Peel slowly and see – The Velvet Underground
Abaixo de zero – Black Alien
Acabou chorare – Novos Baianos
Toxicity – System of a Down
I put a spell on you – Nina Simone

FILMES
Forrest gump
Que horas ela volta?
Grease
Moulin Rouge
Pulp fiction

7.Quais são as dicas para quem está começando, onde pode encontrar referências fora da internet (livros, revistas ou fanzines) e como poderia utilizar estas no dia a dia?

No começo é importante ter muitas referências, estudar como outros artistas resolvem aquilo que você está com dificuldade e treinar MUITO. Desenho é mais sobre prática do que sobre teoria. desenhos de observação também são ótimos!

Conheça o trabalho Emy
Perfil com ilustrações
Perfil pessoal

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café e averso a picanha, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *