Antiprisma lança single inspirado em livro de distopia brasileira

O Antiprisma termina o ano com o impactante single “Não Verás País Nenhum”, inspirado pelo livro de mesmo nome de Ignácio de Loyola Brandão. Esta é a primeira música inédita que foi gravada com Ana Zumpano (ex-Lava Divers) e Rafael Bulleto (ex-BIKE), baterista e baixista, respectivamente, que já acompanhavam o Antiprisma desde 2019. Com forte teor político, a canção reflete todo o caos que foi e ainda é vivido pelo Brasil e pelo mundo durante os anos de pandemia. 

“Essa música foi composta mais ou menos no início da pandemia e o livro foi muito impactante para mim ao ter contato com o universo que ele descreveu. A vibe catastrófica de ‘novo normal’ casa perfeitamente com o que passamos nesse período. Era o que estávamos sentindo, tanto que a letra veio praticamente de uma tacada só. Estamos cada dia mais perto de controlar essa questão da pandemia, mas tem todo o resto que ainda precisamos estar vigilantes, e não podemos de jeito nenhum dar qualquer passo para trás”, avalia Victor José, voz, violão e guitarra do Antiprisma.

O papel do artista é provocar, mostrar formas de enxergarmos a nossa realidade por outros olhares. E é em “Não Verás País Nenhum”, com uma levada calma e, no entanto, poderosa, que o Antiprisma convida o ouvinte a pensar sobre o que vivemos durante a pandemia e o que queremos viver em nosso futuro como nação.

“Estamos coletivamente em um período pesado, denso, seria impossível para nós não sermos influenciados por isso em nossas músicas. Não só por conta da pandemia em si, mas todo o cenário político e social, as decepções, a sensação de solidão e indignação. Apesar de todo o nosso trabalho desde o começo de certa forma trazer essas preocupações, mesmo naquelas canções mais leves e bucólicas, eu sinto que os tempos pelos quais estamos passando trouxeram um tom mais pesado para nossas músicas.”, reflete Elisa Moreira Oieno, vocalista e violonista do Antiprisma.

Neste caminho simultâneo de esperança e caos, o Antiprisma enxergou que agregar mais pessoas ao processo de gravação renovou as energias para seguir em frente. Tanto é que a banda está em preparação para novas músicas que poderão fazer parte do próximo álbum, que sucede os bem sucedidos na crítica “Planos Para Esta Encarnação” (2016) e “Hemisférios” (2019).

O Antiprisma é uma banda de São Paulo, formada em 2014, com fortes influências do folk, da psicodelia, e do rock da década de 70. Em sua discografia, além dos já citados, a banda conta também com o EP “Antiprisma” (2014).

O single “Não Verás País Nenhum” é uma composição do Antiprisma e traz os músicos Elisa Moreira (voz, guitarra e percussão), Victor José (voz, violão, guitarra e percussão), Rafael Bulleto (baixo) e Ana Zumpano (bateria e percussão). A mixagem e masterização ficaram por conta de Chico Leibholz, com engenharia de som realizada por Murilo Cambuzano. A capa do single é uma criação do artista Felipe Corsini. A faixa foi gravada nos estúdios Casa Torta e Lustre.

Ouça “Não Verás País Nenhum”: https://tratore.ffm.to/naoveraspaisnenhum

Acompanhe o Antiprisma

Instagram: https://www.instagram.com/antiprisma/
Facebook: https://www.facebook.com/projetoantiprisma
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UC6ULkkRScWJpT9ITOcsTmEQ

 

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Tolstói, Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.