Canto Cego coloca os demônios para correr em ‘Fábula de uma granada’

A Canto Cego se despede do ano de 2021 e tudo o que ele simboliza com a música ‘Fábula de uma granada’, um rock de tom agressivo.

Ouça aqui: https://links.altafonte.com/wjw1j1x.

Junto à música no digital sai o clipe, que mistura a estética de filmes de terror com mensagens de protesto: https://youtu.be/DRddIVk3wHk.

‘Fábula de uma granada’ apresenta timbres distorcidos e ruídos em primeiro plano, tendo como referência Turnstile, Tigercub e Thriller de Michael Jackson.

É uma massa sonora contornada pelo vocal feminino doce e atormentado pelo repúdio aos governantes do ódio.

A letra traz o afrontamento a figura de um monstro, que se espelha nos homens detentores de grande poder e riqueza.

Acompanhe a Canto Cego: https://www.instagram.com/cantocego.

Canto Cego

Canto Cego começou seu processo criativo na Favela da Maré com a proposta de unir rock e poesia. O grupo coleciona os prêmios de primeiro lugar nos festivais Nova Música Brasileira (2012) e Planeta Rock (2014), com participação em festivais como Webfestvalda (2012/2013), Montreux Jazz Festival (2015), Ponto CE (2017), Rio2C (2018), Porão do Rock (2019), SIM São Paulo (2019) e Rock in Rio, como headline do Espaço Favela (2019).

A versão rockeira do samba “Zé do Caroço” foi trilha sonora de Malhação (2020) e a música autoral “A Fúria” é trilha da série Rotas do Ódio (Universal Channel).

O primeiro disco “Valente”, gravado na Toca do Bandido produzido por Felipe Rodarte e mixado por Pedro Garcia, tem músicas as músicas autorais “Eu não sei dizer” e “O dono da ordem” em parceria com Marcelo Yuka.

O grupo já se apresentou em diversas regiões do Brasil, em cidades como São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, João Pessoa, Mossoró e Fortaleza. Atualmente, é representada pela Onstage Agência.
Ficha técnica/single

Letra: Roberta Dittz
Guitarra e efeitos: Rodrigo Solidade
Bateria: Ruth Rosa
Baixo: Magrão Kovok

Produção: Canto Cego e Rodrigo Solidade
Gravada por Pedro Garcia e Rodrigo Solidade respectivamente nos estúdios Cantos do Trilho e Kora Estúdio.
Edição: Rodrigo Solidade e Iuri Nascimento
Mixagem e masterização: Pedro Garcia
Selo: PWR Records
Distribuição: Altafonte Brasil
Agência: Onstage Agência
Ficha técnica/clipe

Direção e Roteiro: Silvio de Andrade
Fotografia: Tuna Mayer
Edição e Finalização: Roberta Dittz
Atriz Convidada: Addara Macedo
Mascarado: José Valmorbida
Adereço: Magrão Kovok
Agradecimentos: Bruno Maria Torres, Gabriel Maria Torres, Alexander Rocha, Panificação Maria José, Marcelo Madureira, UBC, Vanessa Schutt, Renato Rocha, OnStage Agência, Renato Leoni e Filipe Barcelos
Coprodução: Verama Filmes e QG Audiovisual

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Tolstói, Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.