Inês é Morta lança single Sozinha e vídeo com performance ao vivo

Depois de três EP’s lançados, uma turnê independente e um videoclipe produzido durante a pandemia, a banda Inês é Morta lança o seu primeiro single de 2021, Sozinha, disponível em todas as plataformas de streaming a partir de 26/02. A música precede uma série de singles que serão lançados no decorrer do ano e ainda vem acompanhada de um ao vivo, que poderá ser acessado aqui.

Inês é Morta mantém-se fiel ao ambiente sonoro que vem produzindo, um pós-punk sombrio, com composições feitas a partir de temas da vida contemporânea/cotidiana. O single Sozinha tem como base inspiradora o livro “Tempos Líquidos”, de Bauman: a violência emocional causada pelos grandes centros urbanos e sua influência sobre o indivíduo, o futuro do êxodo de imigrantes e a segregação social. Segundo os integrantes da banda, “[Sozinha] é contada pelo ponto de vista de uma mulher largada à própria sorte em um lugar impróprio para um ser humano, sem a mínima chance de saber onde as pessoas que ama se encontram”.

O single estará disponível no Spotify e em todas as demais plataformas digitais. Já a transmissão ao vivo acontecerá na sexta-feira, dia 5/03, às 20h, na página da banda e pelas páginas do Niá Núcleo e DARQ, no Youtube e Facebook.

Acompanhe:

Spotify encurtador.com.br/bJOZ4
Instagram https://www.instagram.com/inesemorta
Facebook: https://www.facebook.com/inesemortapunx
Bandcamp https://inesmorta.bandcamp.com/
Youtube encurtador.com.br/BNYZ8
Niá: https://www.facebook.com/nucleodeintervencaoartistica
DARQ: https://www.facebook.com/darqpunx

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Tolstói, Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.