Lançamento Löis Lancaster – o buraco sugou

‘O buraco sugou’ é mais uma tentativa do Lancaster para reconhecer e preservar subgêneros musicais em extinção, como já fizera com a canção natalina (“Bola de natal”), a canção infantil cumulativa, vulgo ‘velha-a-fiar’ (“O sapato preto da Ana Peluso”), a canção-mobilização-all-stars, vulgo ‘we-are-the-world’ (“É a mesma união”) etc.

No caso, o subgênero não tem um nome definido, mas é aquela batida swingada de músicas como “Segurança” do Engenheiros do Hawaii, “This charming man” dos Smiths ou “It’s the end of the world as we know it” do REM. Após os anos 80 parece que essa batida caiu no esquecimento, mas não para Löis.

A partir da batida surgiu logo um tropo fortemente ligado a ele, uma enumeração de três monossilabos e um fecho em inglês, algo como “xxx, yyy, zzz, we’re about to go”.

Pela sonoridade chegamos ao português com “O buraco sugou” – buraco esse amplamente relacionavel com as imagens recentes de fenômenos astronômicos e com o atual abismo virotico mundial, e fascista nacional, em que estamos atolados.

A escala utilizada é a Bohlen-Pierce, descoberta nos anos 70, que possui apenas harmônicos ímpares e para a qual Löis busca aumentar o repertório, já tendo produzido com ela mais de cem composições.

 
Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Tolstói, Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.