MCI 10 ANOS: Ordinaria Hit e Objeto Amarelo

Neste último domingo 25/09, saímos do interior de São Paulo,  numa tarde fria e chuvosa para conferir o que rolaria no MCI  que estava comemorando 10 anos de festival.O MCI 10 anos, apresentou atrações que participaram em sua primeira edição, quem teve a honraria da abertura, foi o produtor Retrigger.

Na sequência o Ordinaria Hit quebrou tudo, somos fãs confessos do Ordinaria, provavelmente vocês saibam disto, bradamos isso a todos os ventos.Pós-punk experimental, escola do Fugazi, Sonic Youth,The Ex, Gang Of Four etc. Dificil não gostar das dissonâncias viscerais da telecaster do João Riveros, Flávio Bá detonando no baixo, João Branco costurando nuances sonoras e Rodrigo Rosa martelando a bateria, com uma técnica de dar inveja, mantendo ritmo, acelerando e desacelerando nas alternâncias de tempo.Show com ótimas projeções e presença de palco de quebrar o queixo.

Ordinaria Hit

O Objeto Amarelo, bem… já vimos o Carlos Issa  tocando bateria sozinho no meio da rua, também vimos a formação original do Objeto Amarelo ambos em Atibaia-SP.Mas este show no MCI 10 anos foi incrível, pesado e sem guitarra.Drum Machines e interface midi fazendo estrago na noite gelada, foi uma apresentação surpreendente.

Objeto Amarelo

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café e averso a picanha, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *