O que Winston Smith e a estética punk na arte pode ensinar

money-tree-original
The Money Tree © Winston Smith, 1983

O que falar do mestre da colagem?

Sendo muito sincero, senão tivesse conhecido o Punk Rock e a arte de Winston Smith, nunca haveria tido interesse em trabalhar com design, muito menos Web Design, minha atual profissão. Logo este senhor simpático tem toda culpa no cartório.

Ficou conhecido por suas colagens, com temática ás vezes, obscuras e perturbadoras, engajadas politicamente e outras tantas misturando temas publicitários com uma boa dose satírica. Winston Smith é particularmente conhecido por suas colaborações com Jello Biafra e Alternative Tentacles, para quem ele fez inúmeras capas, cartazes, folhetos e logotipos. Ele é responsável pelo famoso logotipo Alternative Tentacles, bem como o logotipo Dead Kennedys conhecido e seis de suas capas de discos.

Another Day at the Office
Another Day at the Office © Winston Smith, 1986

Uma de suas composições, God Told Me to Skin You Alive, foi usado como capa do Green Day  do álbum Insomniac. Seu trabalho também apareceu na Playboy , Wired , Utne Reader , Mother Jones , Metro Silicon Valley , Ugly Planet , National Lampoon , em numerosos fanzines , como o  Maximumrocknroll

Então você acha que fazer colagem é fácil?
É só cortar “papelzinho com tesourinha escolar e usar cola branca”?

Winston Smith ( referência ao personagem de 1984 – George Orwell) deixou os EUA em 1969 para estudar arte na Itália e, impressionado com as profundas mudanças sociais que ocorreram durante a sua ausência do EUA, adotou o nome depois de voltar para a América em 1976.

Pax Americana
Pax Americana © Winston Smith, 1987

Na Itália, Winston Smith frequentou a Academia de Belas Artes de Florença, estudou arte  clássica renascentista e mais tarde ganhou uma bolsa para estudar cinema na Universidade Internacional de Arte (Florence & Roma). Por alguns anos ele viajou por toda a Itália, foi roadie da banda de jazz italiano Perigeo. Ao longo dos últimos 30 anos, Winston teve inúmeras exposições individuais em San Francisco, Los Angeles, Nova York, Londres, Antuérpia, Berlim e Roma.

Confira os trabalhos de Winston Smith aqui:

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Tolstói, Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *