Todomundo faz samba rock etéreo e psicodélico em “Pé de Vento”

O nome diz tudo. O grupo Todomundo faz uma música para unir as pessoas como uma banda de baile. Isso fica claro em “Pé de Vento”, novo e etéreo single do projeto. A canção sintoniza um encontro de Jorge Ben com Unknown Mortal Orchestra, ou Bebeto com Animal Collective e está disponível em todas as plataformas de música digital. 

Ouça “Pé de Vento”: https://smarturl.it/PeDeVento

Formada por Mateus Perito (vocal, violões e eletrônicos), Lucas de Almeida (vocal, violões e eletrônicos), Rodrigo Corte (bateria), Vinícius Rodrigues (percussão e vocais) e Vinicios dos Anjos (baixo e vocais), a Todomundo faz de “Pé de Vento” uma viagem ao universo do sono.

“O sonho profundo, o sonho lúcido e a insônia se misturam em uma mesma noite, através de uma narrativa em primeira pessoa, que apresenta a angústia do personagem em busca um momento livre dos pensamentos que povoam sua mente. Foi uma das poucas músicas que fiz do início ao fim, sem ser uma colagem de fragmentos de outras composições, como costumo fazer. Acho que ela estava pedindo pra ser feita”, conta Lucas de Almeida.

Lucas também ficou responsável pela gravação e mixagem e David Menezes Davox assina a masterização. Antecipando o álbum de estreia do grupo, que será lançado em 2022, “Pé de Vento” pode ser ouvido em todos os serviços de streaming de música.

Ouça “Pé de Vento”: https://smarturl.it/PeDeVento

Ficha Técnica:

Compositores: Lucas de Almeida, Mateus Perito
Gravação e Mixagem: Lucas de Almeida no Estúdio SoundsGood
Masterização: David Menezes Davox
Lucas Almeida – Voz, Violões, Guitarras
Mateus Perito – Voz, Guitarras
Rodrigo Corte – Bateria
Vinícius Rodrigues – Voz, Percussão
Vinícios dos Anjos – Voz, Contrabaixo
Arte da capa: Bruna dos Anjos

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Tolstói, Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.