BERNARDO amadurece seu jazz alternativo no segundo EP, “Wasn’t there, someone told me”

A vocalista, guitarrista e produtora de jazz alternativo de Londres Sonia Bernardo revela seu novo EP, “Wasn’t there, someone told me”, uma coleção de quatro faixas onde explora vertentes do indie, dream pop e até da bossa nova. O trabalho foi produzido por BERNARDO e por Dave Maclean, do Django Django, e é um lançamento da Seloki Records juntamente do clipe para a faixa “Lover’s Praise”.

Assista a “Lover’s Praise”: https://youtu.be/OS9L5ecBzWo 
Ouça “Wasn’t there, someone told me”: https://smarturl.it/BernardoEP

O EP foi antecipado pelos singles e clipes “All You Leave is Love” e “Almost A Mother”. Além delas e “Lover’s Praise”, o álbum acompanha a intensa “Migraine Daze”. Após essa série de lançamentos, um remix feito por Django Django será revelado no dia 09/04.

Assista ao clipe “All You Leave Is Love”: https://youtu.be/FbWo59YoOhQ 

Depois de excursionar pelo mundo, tendo trabalhado com Phil Manzanera (Roxy Music) e abrindo o programa de Jools Holland, Sonia Bernardo recrutou algumas das mentes musicais mais requisitadas de Londres, incluindo Skinny Pelembe, Luke Wynter (Nubyan Twist, Roller Trio) e Oscar Robertson (Sunglasses For Jaws) para dar vida ao seu segundo trabalho solo.

Assista ao clipe “Almost A Mother”: https://youtu.be/UQxNyF4ft4g

BERNARDO é filha de portugueses. Nascida em Londres, ela mudou-se com os pais para uma aldeia no interior do país ibérico antes de retornar à Inglaterra. Suas primeiras composições surgiram ainda aos 10 anos, influenciada pelos grandes nomes do fado. No auge da onda indie que mexeu com o Reino Unido, a artista retornou para Londres, onde passou a se aprimorar como produtora e guitarrista e a descobrir a própria voz enquanto compositora e intérprete.

Seu primeiro EP, “Panic Prayers”, foi lançado em fita cassete e digitalmente em 2019, mesclando um lado pop e sensual para a música de guitarra underground londrina. O trabalho colocou de vez BERNARDO entre os nomes em ascensão no cenário. 

Já em “Wasn’t There, Someone Told Me”, a artista mergulha fundo nas melodias que adora criar, atravessando o dream pop, o pós-punk e dub da cena de Londres e o soul psicodélico com inspirações na bossa nova. As canções exploram temáticas que vão de pertencimento e identidade a autoconhecimento e foram todas compostas por Sonia Bernardo e co-produzidas pela artista ao lado de Dave Maclean. A mixagem é de Alexis Smith, no Dan Careys Studio, em Streatham.

“Wasn’t there, someone told me” chega às principais plataformas de streaming via Seloki Records.

Assista a “Lover’s Praise”: https://youtu.be/OS9L5ecBzWo 
Ouça “Wasn’t there, someone told me”: https://smarturl.it/BernardoEP

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Tolstói, Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *