Demophobia lança single e videoclipe “O Chamado”

Após 2 anos de hiato devido à pandemia do COVID-19, a banda paulista de metalpunk Demophobia retoma as atividades com o lançamento do single “O Chamado”, que chega acompanhado de do lyric video produzido por Alcides Burn.
 
“Os dois anos de pandemia tornaram o cenário muito incerto. Não sabíamos o que esperar desse retorno, pois alguns planos da banda foram adiados”, comenta o baixista João Medeiros. “No entanto, percebemos que para voltar precisaríamos de um material coeso, algo que nos colocasse em um outro nível e que mostrasse que não ficamos parados no tempo. Precisávamos dar um passo além dentro da nossa essência. Por conta disso, gravar “O Chamado” nos proporcionou muito mais dedicação e várias experiências novas, tanto em termos de composição, quanto de gravação e produção”.
 
A faixa relata um importante episódio da história brasileira: a luta de trabalhadoras e trabalhadores da região do ABC Paulista entre 1979 e 1981 por melhor qualidade de vida e maior participação na vida política do país. 
 
O single foi gravado no tradicional estúdio Family Mob em São Paulo com produção de Hugo Silva (Surra, Desalmado, Manger Cadavre?).

Formada em meados de 2018, na região do ABC Paulista, a banda Demophobia traz em sua essência a mistura e o peso do thrash e do death metal com a agressividade do punk e hardcore, tendo suas letras cantadas em português.
 
O Demophobia busca criar o seu próprio estilo e, por meio de sua temática e sonoridade, colocar às claras o emaranhado das relações político-sociais da sociedade brasileira. O nome da banda vem do grego antigo, em que Demo significa ‘Povo’ e Phobos ‘temor’, representando, assim, o medo que a elite econômica possui do povo, ou, simplesmente, da democracia.
 
Com Rafael Vieira (Vocal), Paulo Vitor (guitarra), João Medeiros (baixo) e Arthur Henrique (bateria), o grupo lançou o seu primeiro trabalho em abril de 2019, o EP ‘Moinhos de Gastar Gente’ (disponível em todas as plataformas digitais, para download gratuito no Bandcamp e também em CD físico). O primeiro trabalho da banda contou com o apoio de três selos, sendo um do ABC (Brutal Grind), um de São Paulo (Die Hard Records) e um de Manaus (Manaós).
 
Em 2019, realizou 13 shows, nas regiões do ABC, São Paulo, São José dos Campos, Suzano e Jandira. Tendo tocado ao lado de bandas como Amorfo, Trassas, Red Razor e Anthares. Em fevereiro de 2020 a banda lançou o single “Modus Operandi”. Assim como o EP “Moinhos de Gastar Gente”, a música foi gravada em São Bernardo do Campo, no estúdio Toca do Chico Preto, com produção de Victor Prospero. 
 
A banda também está trabalhando na pré-produção de seu primeiro álbum, a ser lançado no segundo semestre de 2022.

Gênero: Metal Punk
Produtoção: Demophobia e Hugo Silva
Masterização e Mixagem: Hugo Silva
Gravação: Hugo Silva (Family Mob)
Fotografia: Chill Lu

Formação:
Rafael Vieira (vocal)
Paulo Vitor (guitarra)
João Medeiros (baixo)
Arthur Henrique (bateria)

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Tolstói, Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.