Diretamente da terra dos perdoados ao Estúdio Bem Maior – Crasso destrói tudo no “Bem ao Vivo”

Diego Fernandes (guitarra e vocal) anunciou ao microfone: “Boa noite, nós somos o Crasso Sinestésico, da terra dos perdoados”!!!

Estava dado o pontapé inicial para um mais um registro ao vivo deste duo garageiro Perdoense. Dessa vez, mais que especial, pois aconteceu dentro do Estúdio Bem Maior, do mestre Sergio Ugeda!

Com uma  captação de áudio direto ao ponto, de acordo com a sonoridade da banda, o Crasso desenvolveu ali uma bela sequência de 13 canções.

Abrindo com a incrível “Tudo o que aprendi com o Fugazi” eles capricharam no set list, passando por uma seleção de músicas que pegou toda a carreira dos seus 4 eps lançados ate aqui.

Na sequência veio o último ep deles – Eco (2020) – na íntegra.

Ouça aqui:

O ponto alto ficou a cargo de “Naquela esquina” (um riff punch daqueles) e “Julie” que são as minhas preferidas, e que modéstia à parte, vieram com dedicatória a minha pessoa, de tanto que eu encho o saco do Diego para tocar elas toda vez! Finalizaram com a nervosa “La Mer”, do primeiro disco.

Este encontro foi mais uma parceria entre o Estúdio Bem Maior , Crocodilo Discos e os artistas independentes e que tem ocorrido com uma certa frequência ultimamente.

Ouça a apresentação no Estúdio Bem Maior aqui:

Tito Cepoline Escrito por:

Entrou para compor o timaço do podcast ABUTRES NÃO OUVEM JAZZ, formando o power trio mais improvável e pra lá de especial. Apaixonado por viagens e artes no geral, em especial a música, tem ouvido aberto para vários estilos, alguns bem peculiares e passeia na linha que vai do jazz ao hardcore. Viagens e Música não são meros itens na prateleira!! Seguindo essa máxima, segue na luta diária de promover, divulgar, incentivar cultura, arte independente, lugares pitorescos, praias belíssimas que tanto são necessários para nossa sobrevivência!!

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *