Diretamente de Detroit – O quarteto de Benny Rubin Jr lança KNOW, SAY OR SEE

Detroit vai muito mais além da selvageria e urgência das bandas de rock dos finais dos 60´s como MC5, Stooges Alice Cooper ou Ted Nugnet. Essa região muito fértil, praticamente um vulcão, que está sempre em erupção de tempos em tempos e nos brindam com bandas extremamente necessárias para manter nossa sanidade.

Estamos falando de um jovem músico chamado Benny Rubin Jr, saxofonista talentoso que esta a frente do seu quarteto chamado Benny Rubin Jr Quartet, com um line up clássico de jazz, com Benny Rubin Jr (sax tenor e alto) ; Lex Korlen (piano) ; Adam Olszewsk (baixo); JK KiM (bateria)
Chamado de KNOW, SAY or SEE, o disco possui 8 faixas e passeia de forma natural e porque não dizer magistral, nas vertentes do cool e do free jazz com passagens avassaladoras e solos espetaculares.

O disco todo é lindo mas destacamos algumas músicas que chamaram a atenção. Vamos a elas:

Faixa 1 – abertura do disco, leva o nome de KNOW e abre com um solo lindo de sax, e vai ganhando corpo com batera e baixo montando ali um cozinha de arrepiar.
Não tem como não ser transportado para NY nas casas clássicas de jazz , a meia luz, sorvendo o seu “on the rocks” e assistindo esse solo de introdução com um faixo de luz todo ele focado no saxofonista enquanto ele executa lindamente a canção.

Faixa 2 – chamada de SAY, já começa com um piano fantástico solando tudo, e preparando o terreno para o que virá logo mais adiante -bateria, sax, baixo, todos e sintonia. Musica linda!!!!

Faixa 4 – NYC URGE – fantástica faixa, banda entrosada, várias nuances, solos curtos de sax, picados, enquanto a cozinha baixo –bateria e piano parece trabalhar numa outra direção, mas que casa perfeitamente na música, deixando ela mais apetitosa.

Faixa 6 – FLINT WATER CRISIS – dissonâncias, caos sonoro, solos e mais solos de sax tresloucado, tremedeiras, espasmos musicais, calma gente!! Não, não se trata do fim do mundo…ainda!! É FREE JAZZ no sentido mais lindo e categórico da palavra!!! Ouça e peça BIS!!

Faixa 7 – DOWN THEY GO – excelente faixa, a mais longa do disco, cerca de 11 minutos. A introdução de baixo que vai crescendo e sendo abraçado pela bateria e piano e logo na sequência com um solo de sax, é de arrepiar qualquer alma viva neste mundo insano. Coisa linda, fina, que atmosfera jazzística perfeita!!!!
Destaque fica por conta do duelo de piano e bateria a partir dos 7 minutos, que no final novamente, entra o sax arrebatador no mais lindo free jazz!!

Faixa 8 – OR SEE – última música do disco, e o começo dela logo me remeteu ao Coltrane na fase Love Supreme, não preciso dizer mais nada, maravilhosa faixa de encerramento. Free Jazz na alma!!

Pessoal, nós do DUOFOXBLOG, recomendamos a todos que seguem nossa página, aos nossos amigos que ouçam este disco, valeu muito a audição desse quarteto maravilhoso de jazz. Vida longa ao Benny Rubin Jr Quartet, com muitas jams e gigs mundo afora!!
Nos vemos em breve amigos!!! Cheers!!

bennyrubin

English Version

Detroit goes far beyond the savagery and urgency of late 60s rock bands like MC5, Stooges Alice Cooper or Ted Nugnet. This very fertile region, practically a volcano, which is always erupting from time to time and provides us with bands that are extremely necessary to maintain our sanity.

We are surprised, satisfied and VERY happy to review this spectacular JAZZ RELEASE from this region of such talented musicians. We are talking about a young musician named Benny Rubin Jr, a talented saxophonist who is in front of his quartet called Benny Rubin Jr Quartet.
It is a classic jazz line up, with Benny Rubin Jr (tenor and alto sax); Lex Korlen (piano); Adam Olszewsk (bass); JK KiM (drums)
Called KNOW, SAY or SEE, the disc has 8 tracks and strolls naturally and why not say masterful, in the strands of cool and free jazz with overwhelming passages and spectacular solos.
The whole album is beautiful but we highlight some songs that drew attention. Let’s go to them:

Track 1 – opening of the disc, takes the name of KNOW and opens with a beautiful sax solo, and gains body with drums and bass setting up a chilling kitchen there.
There is no way to be transported to NY in classic jazz houses, in half light, sipping his “on the rocks” and watching this intro solo with a bass light all focused on the saxophonist while he performs the song beautifully.

Track 2 – called SAY, it starts with a fantastic piano soloing everything, and preparing the ground for what will come soon – drums, sax, bass, all and tuning. Beautiful song!!!!

Track 4 – NYC URGE – fantastic track, interwoven band, many nuances, short sax solos, chopped, while “the kitchen” drums n´bass and piano seems to work in another direction, but that perfectly matches the music, making it more appetizing.

Track 6 – FLINT WATER CRISIS – dissonances, loud chaos, more and more solos of crazy sax, shaking, musical spasms, calm people !!
No, it’s not the end of the world … yet !! It’s FREE JAZZ in the most beautiful and categorical sense of the word !!! Listen and ask for BIS !!

Track 7 – DOWN THEY GO – excellent track, the longest on the disc, about 11 minutes. The introduction of bass that grows and is embraced by drums and piano and then in the sequence with a sax solo, it is chilling any soul alive in this insane world. Beautiful, pretty thing, what a perfect jazzy atmosphere !!!!
Highlight is the duel of piano and drums from 7 minutes, which at the end again, enters the rapturing sax in the most beautiful free jazz !!

Track 8 – OR SEE – last song on the album, and the beginning of it soon sent me to Coltrane in the Love Supreme phase, I don’t need to say anything else, wonderful closing track. Free Jazz in the soul !!

Guys, we at DUOFOXBLOG, recommend to everyone who follows our page, to our friends who listen to this album, it was worth listening to this wonderful jazz quartet. Long live Benny Rubin Jr Quartet, with lots of jams and gigs around the world !!
See you soon friends !!! Cheers !!

 

Tito Cepoline Escrito por:

Entrou para compor o timaço do podcast ABUTRES NÃO OUVEM JAZZ, formando o power trio mais improvável e pra lá de especial. Apaixonado por viagens e artes no geral, em especial a música, tem ouvido aberto para vários estilos, alguns bem peculiares e passeia na linha que vai do jazz ao hardcore. Viagens e Música não são meros itens na prateleira!! Seguindo essa máxima, segue na luta diária de promover, divulgar, incentivar cultura, arte independente, lugares pitorescos, praias belíssimas que tanto são necessários para nossa sobrevivência!!

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *