Duane, Braga e Vini contemplam com saudade a cidade no clipe “Dominante”

Duane, Braga e Vini exploram a saudade da cidade em suas minúcias e altos e baixos na poética e contemplativa “Dominante”, disponível em todas as plataformas de música digital. A faixa ganha um clipe que traz um olhar apaixonado para o urbanismo carioca.

Assista ao clipe “Dominante”: https://youtu.be/qdQKY5iT66w 
Ouça “Dominante”: https://pomar.fanlink.to/Dominante

O trio não é uma banda, mas um grupo de amigos que usa a cumplicidade da amizade como parte de seu processo criativo. Natural de Niterói (RJ), os artistas tocam juntos há dez anos, mas recentemente oficializaram a parceria com o seu álbum de estreia “Entressonhos”, apresentando composições que marcam o período de isolamento social vivido no ano anterior e já preparam novos singles. O primeiro foi “O Bêbado”, inspirado no rock e MPB sessentista.

Ouça “O Bêbado”: https://pomar.fanlink.to/OBebadoDBV 

Este é um lançamento da Pomar Cultural, produtora de música e selo que gerencia o online e o offline de cantores e bandas, propondo soluções artísticas, de conteúdos e marketing digital. “O Bêbado” está disponível em todas as plataformas de streaming de música.

Assista ao clipe “Dominante”: https://youtu.be/qdQKY5iT66w 
Ouça “Dominante”: https://pomar.fanlink.to/Dominante

Ficha Técnica:
Letra: Duane Lobo, Braga e Vini
Música: Duane
Duane: voz
Braga: violão de nylon, piano rhodes, mellotron, voz
Vini: voz
Músico acompanhante: Mafram do Maracanã – surdo, tamborim e pandeiro de couro
(percussão)
Capa: Pietro
Distribuição: Pomar Cultural
Letra:
Os prédios tão altos
Homens e mulheres vão descalços
Pelas ruas
Uma paleta de cores variadas
Passa e me confunde
Até desbotar
É tão dissonante
Somente um acorde dominante
É capaz de dominar um coração
Juntos vamos andando
Em caminhos opostos
Dominando as emoções
Das diferenças de viver
Tempo que não passa
Culpa do relógio
Que me leva como a chuva lava o chão
Viva a cidade baixa
Um viva a todos vivos
Que se perdem ao entrar na multidão

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Tolstói, Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.