Mick Fleetwood se une a Steven Tyler (Aerosmith) e Billy Gibbons (ZZ Top) em “Rattlesnake Shake”

Em fevereiro do ano passado, o lendário Mick Fleetwood reuniu um time de estrelas em Londres para homenagear a vida e a obra de Peter Green. O registro dessa noite, que ganhou um novo sentido com o falecimento de Peter. “Mick Fleetwood & Friends Celebrate The Music Of Peter Green and The Early Years Of Fleetwood Mac” será lançado em abril e é antecipado por “Rattlesnake Shake”, clássico do Fleetwood Mac de 1969, com participações especiais de Steven Tyler (Aerosmith) e  Billy Gibbons (ZZ Top) e  Kirk Hammett (Metallica). A faixa está disponível em todas as plataformas de streaming de música no aniversário da apresentação.

Ouça “Rattlesnake Shake”: https://mfaf.lnk.to/Rattlesnakeshake
Confira o vídeo: https://youtu.be/Z7xbZhD4sPA

Destaque dos primeiros anos do Fleetwood Mac, “Rattlesnake Shake” também faz parte da história do Aerosmith, estando presente no setlist de shows do início dos anos 70.  “Steven e eu nos encontramos há alguns anos e ele me disse que se não tivesse ouvido ‘Rattlesnake Shake’ na garagem de Joe Perry, o Aerosmith não existiria.

Ele e Joe tentaram fazer algo juntos, tiveram alguns tropeços e decidiram dar uma última chance à música antes de desistir. Naquele dia ele ouviu essa música e algo mudou. Na época, ele não tinha ideia de que era Fleetwood Mac. Ela se tornou-se uma música central para o Aerosmith, que a toca ao vivo há anos. Ter o Steven Tyler, que é facilmente um dos maiores cantores de rock de todos os tempos, nessa música foi especial. 

Essa é inteiramente ligada a mim, escrita sobre mim por Peter quando eu era jovem, cheio de vigor, querendo fazer de tudo por uma garota… E fazendo o que um jovem deve fazer quando não pode tê-la. Nós nos divertimos muito com essa música, o que é totalmente apropriado”, conta Mick.

A noite e o álbum são uma celebração à obra de um artista que influenciou gerações junto de um resgate de uma fase do Fleetwood Mac que muitos não conhecem, focada no blues.

“O show foi uma homenagem ao blues, onde todos nós começamos, e é importante reconhecer o profundo impacto que Peter e essa primeira fase do Fleetwood Mac tiveram no mundo da música. Ele foi meu maior mentor e foi uma alegria homenagear seu incrível talento. Tive a honra de compartilhar o palco com alguns dos muitos artistas que Peter inspirou durante os anos e que compartilham meu grande respeito por ele”, relembra Mick Fleetwood.

Confira o trailer do projeto: https://mfaf.lnk.to/trailerPR

Passaram pelo evento nomes que fazem parte da história do rock como Neil Finn (Fleetwood Mac), Noel Gallagher, David Gilmour, John Mayall, Christine McVie (Fleetwood Mac), Jeremy Spencer (Fleetwood Mac), Zak Starkey (The Who), Pete Townshend (The Who), Kirk Hammett (Metallica) e Bill Wyman (Rolling Stones). O produtor Glyn Johns (The Beatles, The Who, The Rolling Stones, Led Zeppelin e Eric Clapton) foi o responsável pela gravação. 

“Mick Fleetwood & Friends Celebrate The Music Of Peter Green and The Early Years Of Fleetwood Mac” é um lançamento da BMG previsto para o dia 30 de abril de 2021. “Rattlesnake Shake” está disponível para streaming nas principais plataformas.

Ouça “Rattlesnake Shake”: https://mfaf.lnk.to/Rattlesnakeshake
Confira o vídeo: https://youtu.be/Z7xbZhD4sPA
Confira mais informações: www.mickfleetwoodandfriends.com

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café e averso a picanha, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *