Pinscher Attack monta o esqueleto de seu monstro interno em quebra cabeça musical

Direto de Monte Azul Paulista (SP), vem o duo mais barulhento e raivoso do interior de São Paulo. E neste ano pandêmico de 2021 eles estão preparando um lançamento diferente e bem conceitual.

O EP recém-lançado nas plataformas – QUEBRA CABEÇA (4 Peças Matrizes) – contém 4 faixas e formam o esqueleto central que vai dar base e sustentar um quebra cabeça. Este quebra cabeça musical será completado com mais faixas que virão a seguir, num total de 13 músicas que se ligam entre si e vão dar a forma final ao conceito do disco.

Se pegarmos toda a produção da Pinscher Attack, que tem vida ativa desde meados de 2018, poderemos ver que as letras são bem variadas, mas eles possuem um enfoque genial em cima da temática de saúde mental, com letras curtas e gritadas.

E com este novo lançamento, a tendência será explorar essas nuances, muito devido ao tempo recluso de pandemia, bem como a situação caótica que se transformou nossa sociedade com este combo maldito de mortes, falta de vacina e negligencia das autoridades.

Podemos aguardar as próximas músicas desse quebra cabeça e ver qual forma tomará esse monstro. Nós, do Duofoxblog, temos um palpite. O esqueleto já está montado. Ouça na integra as 4 faixas abaixo e mergulhe nesse jogo.

Ouça aqui QUEBRA CABEÇA (4 Peças Matrizes):

Tito Cepoline Escrito por:

Entrou para compor o timaço do podcast ABUTRES NÃO OUVEM JAZZ, formando o power trio mais improvável e pra lá de especial. Apaixonado por viagens e artes no geral, em especial a música, tem ouvido aberto para vários estilos, alguns bem peculiares e passeia na linha que vai do jazz ao hardcore. Viagens e Música não são meros itens na prateleira!! Seguindo essa máxima, segue na luta diária de promover, divulgar, incentivar cultura, arte independente, lugares pitorescos, praias belíssimas que tanto são necessários para nossa sobrevivência!!

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *