Rock no Tendal – Do doom ao stoner em presto

Neste último domingo 21/08, estava um tempo extremamente frio, chuvoso, ótimo para ficar em casa tomando café e assistindo algum seriado.Mas nossos planos era ver o peso do Rock no tendal, esta edição foi organizada pelo tendal independente em conjunto com o Rarozine.

A banda de abertura foi o Ralo, com uma sonoridade dissonante, mandaram um post-hardcore arrastado e de primeira qualidade.Baixo coeso, guitarra com riffs quebrados.Banda excepcional.

ralo

Na sequência o Magnetita, duo com sonoridade psicodélica,stoner arrastado, com várias pirações no baixo.

magnetita

Para cortar a geleira com um machado, o duo de doom, Cassandra que veio de Curitiba, foi com certeza o destaque da noite, Daniel e Karina fizeram uma apresentação incrível, Linhas de baixo com uma boa dose de peso, bateria marcante e vocais peculiares, fizeram da apresentação, um espetáculo à parte.

cassandra

Para fechar a noite o Muff Burn Grace, veio com o Stoner na linha do Kyuss, embora fosse entoado a frase “estou meio chapado” a cada intervalo das canções, mandaram um set bem pesado.Lembrando que “estou meio chapado” faz parte, é o bom e velho Stoner Rock.

muff

Festival muito bacana, com bandas ótimas e uma boa organização do Tendal Independente, agradecimentos ao Rarozine, Tendal, as bandas e as pessoas que compareceram.Até a próxima.

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café e averso a picanha, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *