Tona faz MPB com clima roqueiro visando dias melhores em single de estreia

Tona significa casca, pele, uma camada que envolve. Essa sensação, de uma música que vem de dentro indo de encontro com a realidade que vem de fora, é o que busca o projeto de mesmo nome que estreia com o single e clipe “Senhor do Bonfim”. Fazendo uma MPB carregada de elementos do rock alternativo, a banda se abre para dias melhores na faixa disponível em todas as plataformas de música digital.

Assista a “Senhor do Bonfim”: https://youtu.be/OetV9H2ZA0M 
Ouça “Senhor do Bonfim”: https://tratore.ffm.to/senhordobonfim 

Atualmente baseado em Niterói (RJ), o projeto surgiu da saudade. Essa palavra, tão brasileira, foi a raiz da busca de Cadu Canto (guitarra e voz) e Bruno Torquato (guitarra), amigos de bandas passadas e naquele momento fazendo intercâmbio na Holanda. Da reaproximação com a MPB, veio a vontade de mesclar rock a essa brasilidade. E de volta à terra natal, se uniram a Leonardo Quintanilha (bateria) e Jonatas Chaves (baixo) para criar as primeiras canções do que viria a ser Tona. Posteriormente, Yassine Lagraf (guitarra melódica) e Carlinhos Thomaz (bateria) assumiram os postos de Bruno e Leonardo, completando a atual formação da banda.

“Senhor do Bonfim” surgiu assim. Inspirada por Jorge Ben e Tim Maia, a faixa partiu do fim de um relacionamento e de uma busca por consolo, mas com um olhar positivo sobre aceitar o que faz bem – mesmo que a situação não pareça ideal. Com produção do vencedor do Grammy Latino Daniel Alcoforado, a faixa está disponível em todos os serviços de streaming e no canal do YouTube da banda.

Assista a “Senhor do Bonfim”: https://youtu.be/OetV9H2ZA0M 
Ouça “Senhor do Bonfim”: https://tratore.ffm.to/senhordobonfim  

Ficha Técnica:
Cadu Canto – Voz, guitarra base e pré-produção
Jonatas Chaves – Baixo e pré-produção
Bruno Torquato – guitarra melódica
Leonardo Quintanilha – Bateria
Caio Daher – Percussão
Pedro Macher – Teclas
Daniel Alcoforado – Produção, gravação e mixagem
Ricardo Garcia – Masterização
Breno Gouveia e Pedro Donzeles – Pré produção e harmonias
Gravado nos estúdios Cia dos Técnicos, Maravilha 8 e Estúdio 11
Isabela Wachsmuth – Direção, fotografia e edição
Milena Araújo – Atriz
Mariana Portugal – Coadjuvante
Figuração: Cadu Canto, Jonatas Chaves, Yassine Lagraf, Bruno Torquato, Melyssa Firmino, Maurilio Firmino, Vinicius de Oliveira, Evandro Campos, Jessye Germano.
Apoio: Samambaia Blue (Drika e Alejandro)
Gravado em 2019, no Morro da Conceição e no café Samambaia Blue

Letra:
Pedi ao Senhor do Bonfim
Para o nosso amor dar certo
E até o Senhor do Bonfim
Me mandou ficar esperto
Pensei em ir à Salvador
Pra rezar uma novena
Mas todo mundo me falou
Que não valeria a pena
Por que amor não é
como corda de promessa nem devoção
Como um dia acreditei em
Superstição pensar que seria
diferente pois o amor,
Não se amarra em sua mão
Já que querer não é poder
“Como bem te quis por perto”
O jeito é tentar esquecer
Permitir o peito aberto
É saber dar tempo ao tempo
Mas permanecer atento
Curtir o que a vida traz
Sem se preocupar demais
Curtir o que a vida traz
Sem se preocupar demais
Por que amor não é
como corda de promessa nem devoção
Como um dia acreditei em
Superstição pensar que seria
diferente pois o amor,
Não se amarra em sua mão

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Tolstói, Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *