A metamorfose de Do Culto Ao Coma no álbum IMAGO

Como toda peça de arte, que no processo de composição e pesquisa acaba por se misturar com a própria vida real (afinal, são transponíveis esses limites?), o segundo álbum da banda Do Culto Ao Coma, IMAGO, retrata grandes transformações individuais de seus integrantes. O grupo, formado em 2014 e atualmente composto por Leandro TG Mendes (guitarra), Guilherme Costa (baixo e teclado), Leonardo Nascimento (bateria e teclado) e Thiago Holzmann (voz e teclado), carregou de referências pessoais seu rock autoral e independente, resultando em uma metamorfose sonora em relação a seus trabalhos anteriores. Adentre o universo de IMAGO aqui.

Depois do disco “Destinorama” (2015), rendendo à banda extensa turnê que passou por palcos como o do SESC Belenzinho, e dos singles “Magma” e “Vias Abertas”, a banda diminuiu suas atividades para produzir em processo imersivo o que viria a ser IMAGO. Marcando uma nova fase, foram explorados alguns territórios até então inéditos: o violão sendo protagonista na participação especial de Antonio Celso Monteiro da Costa em “O Céu Sombrio de Ontem”; a presença da voz feminina de Chay em “Isocrônico”; a inteiramente instrumental “Apesar de Calado”; a bateria eletrônica sendo tocada de maneira orgânica em “Imagogia” e “Isocrônico”.

A mudança e a renovação estão também presentes nas temáticas das músicas. São faixas que falam de transformações e flertam com temas mais reflexivos sobre a dura passagem do tempo, a rotina caótica e tóxica, a vontade de sair do tédio, nossos sentimentos confusos e ambíguos e sobre a morte. Além das já lançadas “A Euforia Entre Nós”, “Tempos de Dor” e “Antes Que o Tédio me Vença”, IMAGO conta com outras 7 músicas que apontam para uma forte maturação da banda. Um disco introspectivo em sua essência, mas altamente empenhado em explodir sonoramente.

IMAGO foi produzido pela própria banda e por Filipe Coelho, do Coelhos Studio (São Bernardo do Campo), também responsável pela gravação, mixagem e masterização. O álbum está disponível a partir do dia 29 de janeiro de 2021 nas principais plataformas digitais.

Para acompanhar:
• Facebook – http://www.facebook.com/docultoaocoma
• Instagram – http://www.instagram.com/docultoaocoma
Para ouvir:
• Spotify – https://goo.gl/WObE6Y
• Deezer – https://www.deezer.com/br/artist/9273926
• Youtube – http://www.youtube.com/docultoaocomaoficial

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café e averso a picanha, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *