The Travelers: o casamento perfeito da bossa nova com o indie rock

A The Travelers (indie rock, Rio de Janeiro – RJ) iniciou suas atividades em meados de 2020 e, de lá pra cá, lançou os singles “Going Ahead”, “Leave me Alone” e “You don’t Know”, todos durante a pandemia. Apesar de ser uma banda recente, a The Travelers já alcançou resultados expressivos, como já ter tocado duas de suas três músicas na Rádio Cidade, uma das maiores do Brasil. A banda almeja para os próximos anos levar o som marcante do Rio para todo o mundo, entrando no circuito de festivais para nunca mais sair.
 
Sunny Summer, seu trabalho mais recente, une assuntos sobre a pandemia e histórias de amor vividas por jovens em seu cotidiano urbano. A temática do EP pode ser percebida, por exemplo, em “Going Ahead”, que narra a história de alguém que precisa seguir em frente durante a pandemia, após uma decepção amorosa.
 
O EP conta com 4 faixas, sendo 3 já lançadas e uma inédita, que intitula o EP. Aqui tem um clip produzido pelo Ghost, lançado no canal dele, de You don’t Know: https://www.youtube.com/watch?v=c9tbVurwYsw

E aqui, o clip de Going Ahead, também produzido pelo Ghost e lançado no canal dele: https://www.youtube.com/watch?v=utwxgmihco4

 
O EP foi todo gravado ao longo de 2020 e foi produzido, mixado e masterizado pelo selo Broken Bed Records, do produtor Raul Dias, também do Rio de Janeiro.
A estética visual do EP e toda a parte gráfica é assinada pelo próprio vocalista, Breno Martins, que também é designer.
 
A banda é composta por Breno Martins (compositor/vocal/guitarra), Danilo Souza (compositor/guitarra), Alan Martins (baixo) e Ricardo Fester (bateria).
Atualmente, a banda ainda organiza o seu primeiro show, que ainda não foi possível ser realizado por conta da Covid19. O mesmo acontecerá na Audio Rebel, estúdio lendário localizado no bairro de Botafogo, na capital fluminense.
 
Você encontra todos os links da The Travelers através do linktree ou no instagram.
Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Tolstói, Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

Um comentário

  1. sophia
    fevereiro 2, 2021
    Responder

    Ouvi no canal do Ghost e já sou fã deles aaaaaaaaaaaaaaaaa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *