Cosmonauta – Novo projeto de Gabriel Reis (Carros Voadores e seus homens radioativos)

Gabriel Reis, baterista do duo paulistano Carros Voadores, apresenta seu projeto paralelo sob a alcunha de Cosmonauta.

Ele é multi-instrumentista e esse trabalho foi uma oportunidade perfeita para dar vasão a toda sua inspiração artística. Ele cantou, fez os arranjos, e gravou todo instrumental sozinho nas 4 músicas que compõe seu EP de estreia – O Quarto, exceto na faixa 5H35 que contou com duas parcerias incríveis que foram os músicos Ângelo Colasanti tocando rabeca e Gustavo Santos tocando piano.

São melodias bem suaves, cantadas em português, de um jeito tão bonito que conforme você vai passando as faixas é possível nos envolver numa espécie de preguiça harmoniosa gostosa e não sair por algumas horas desse mood.

Vamos a elas:

Faixa 1 – Sei Lá, Não Sei

Faixa de abertura e aqui já se tem um pouco da ideia do tom e ritmo que serão as próximas. Uma vibe dançante, com um destaque maior e merecido para as notas de bateria, muito bem marcadas e executadas dando um ritmo bem preciso no andamento da canção. Alguns efeitos sonoros de guitarra e vozes bem suaves completam a harmonia.

Faixa 2 – 1. de Abril

Uma das faixas mais bacanas. Canção melódica e bem harmoniosa. Introdução marcante com um belo riff e a voz de Gabriel por cima dá a letra:

“você diz que é tão forte, a sua frustração….”

Faixa 3 –  5H35

A mais marcante do disco. Canção com letra que fala de relacionamentos e as suas cenas cotidianas recheadas de altos e baixos.

Riff assobiável no começo, daqueles que ficam na mente igual chiclete, essa música é séria candidata a ter lugar cativo na sua playlist modernosa.

Faixa 4 –  Santa Tereza

Música de encerramento. Estilosa, somente violão e voz. Calcada em influencias folk, me remeteu aos grandes momentos do músico contemporâneo Phil Roy.

As influências são diversas com algumas pegadas de folk, pop e blues. É um ep bem intimista, perfeito para ocasiões lúdicas e contemplativas, como um pé na estrada ou até mesmo um luau na fogueira.

Ouça aqui:

Tito Cepoline Escrito por:

Entrou para compor o timaço do podcast ABUTRES NÃO OUVEM JAZZ, formando o power trio mais improvável e pra lá de especial. Apaixonado por viagens e artes no geral, em especial a música, tem ouvido aberto para vários estilos, alguns bem peculiares e passeia na linha que vai do jazz ao hardcore. Viagens e Música não são meros itens na prateleira!! Seguindo essa máxima, segue na luta diária de promover, divulgar, incentivar cultura, arte independente, lugares pitorescos, praias belíssimas que tanto são necessários para nossa sobrevivência!!

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *