LIBRA começa projeto colaborativo com single “Freak Show”

Zeh Monstro, conhecido por projetos como Name The Band, Holy Tree e Borderlinerz, inicia seu trabalho solo com uma roupagem bem diferente de tudo que fez – e até do conceito de um projeto solo. Em LIBRA,  ele fará parcerias musicais femininas, com canções em dueto que se tornarão um EP. A primeira faixa, “Freak Show”, está disponível em todas as plataformas de música digital.

Ouça “Freak Show”: https://smarturl.it/FreakShowSingle

Zeh mora em Los Angeles há 6 anos, e desde então a sonoridade californiana começou a influenciar seu trabalho, seja com a Name The Band ou com artistas que acompanha, como Kate Clover. As experiências da estrada e dos palcos se tornaram uma série de duetos, iniciados com Lily Waters no indie lo-fi do primeiro single, que fala sobre encontros e desencontros nas noites de Hollywood.

Inspiradas por The Kills, White Stripes e o disco conjunto de Billie Joe Armstrong e Norah Jones, as gravações foram remotas e operadas pelo produtor Al Sgro, que também mixou o single em seu estúdio The Chalet. Este é um lançamento do selo Farrapo disponível em todas as plataformas de música digital.

Ouça “Freak Show”: https://smarturl.it/FreakShowSingle

Ficha Técnica:
Zeh Monstro – Voz / guitarra / baixo / teclado / bateria
Lily Waters – Voz (featuring) 
Al Sgro – Produtor / Mix
Mark Chalecki – Master 
Larry Niehues – Foto 
Future Shock – Design
Farrapo – Produção Executiva, Selo

Letra:
Dancing till the suns up high
Everybody’s face is too bright 
Hollywood is dumb so am I
Nobody seems to be too nice
Memories are blurred, would you mind
Gimme all those pills to rewind 
Tomorrow always sounds too far
When I am the sky’s only star

I don’t wanna go
Go to your freak show 

Woke up, I don’t know where I am
Too fucked up to even give a damn 
(The) mirror is the safest place 
Where I can recognize my numb face 
All that smoke, that haze, that skyline
Drinkin the night away doesn’t seems right
A night like any other night
But your mind won’t let you go

I don’t mind
This seems right
Wasting time
All the time
This for real
What’s your deal? 
I don’t feel

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café e averso a picanha, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *