“Selva de Pedra”: conheça a atmosfera arcadista de Grisa em seu novo videoclipe

“Selva de Pedra” nos conduz a uma atmosfera aveludada e contemplativa do universo de Grisa. O primeiro videoclipe da artista alia breves relances de fúria urbana a uma calmaria digna da emblemática Pasárgada dos arcadistas.

Grisa é o nome artístico que representa o oceano sonoro em que a cantora, compositora, produtora musical e multi-instrumentista Giovana Ribeiro Santos se deixou imergir desde maio de 2020, quando lançou seu primeiro single Escarlate.

Em sua obra, os sentimentos se confundem com cores, temperaturas e texturas reais e oníricas, como num enlace de vapores; “Música Sinestésica” talvez seja o termo que melhor descreva o som que Grisa produz. Com um instrumental minimalista, transpassado pela lírica da voz, Selva de Pedra enfatiza o desejo de que a “celeridade do mundo” volte para que possamos fugir de Pasárgada e novamente nos incendiar no caos do mundo real.

“Eu compus essa música no início de junho e ela tinha ficado meio esquecida, até que um dia, a Céu fez uma publicação incentivando as pessoas que estavam compondo em casa a enviar algum vídeo pra ela, porque ela poderia passar esses vídeos no programa Conexão Lab – que ela apresenta atualmente na Lab Fantasma TV. Eu falei com dois amigos meus que toparam me ajudar a realizar o videoclipe e saímos pra gravar na manhã seguinte. Fizemos tudo em um dia pra poder enviar o vídeo pra Céu a tempo, foi uma correria linda (risos). Esse tipo de iniciativa é lindo porque faz as pessoas enroladas como eu se movimentarem, e dessa forma, projetos meio esquecidos se tornam realidade”.

No dia 12 de dezembro a música estará disponível nas principais plataformas de streaming, por enquanto o videoclipe pode ser acessado via YouTube (https://bit.ly/grisa-selvadepedra).

Giovana Ribeiro Santos tem 23 anos e é natural da cidade de Assis (SP), é engenheira mecânica pela Unicamp e mestre em Engenharia Acústica pela Le Mans Université (França). Trabalhou como pesquisadora em acústica musical na Philharmonie de Paris e no Museu da Música de Edimburgo.

Uma parte importante de seu projeto é relacionada à criação de instrumentos musicais “bizarros”, que vai desde a construção de guitarras com materiais alternativos até gambiarras eletrônicas, como a construção de um teremim analógico que pode utilizar qualquer objeto metálico como antena. Ela planeja lançar seu primeiro EP no início de 2021.

Grisa no Spotify
Instagram: @grisa.gio
Visualizar o vídeo grisa – Selva de Pedra do YouTube

 

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café e averso a picanha, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *