Rebecca Nora lança seu primeiro single Silêncio no mês da visibilidade lésbica.

Rebecca Nora é a nova aposta do cenário independente da música carioca. Além de cantora é também compositora e produtora. Cria do tradicional bairro do Méier ela traz suas influências e bandeiras feminista e LGBTQIA+ de forma inovadora para o mercado, como por exemplo, através do Suburbia Festival de Arte Suburbana (idealizado na residência artística no programa ASA – Arte Sônica Amplificada, parceria entre Oi Futuro e British Council, e realizado em março e outubro de 2019 no Centro da Música Carioca Artur da Távola e na Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira). 

Silêncio, o primeiro single do EP Propósito,  versa sobre a necessidade do autoconhecimento na busca da felicidade. A música conta com levadas de reggae com forte influência da estética LOFI, que acompanha a carreira da cantora.   

Propósito é a primeira etapa do projeto Transmutação,conjunto de quatro EPs que compõe uma narrativa única e refletem as etapas mais importantes no seu processo de se entender enquanto artista e encontrar seu lugar no mundo. O nome de cada EP reflete o momento ao qual se refere:Propósito, Amor, Sombra e Fé.    

Com voz doce e letras autorais, o projeto é o reflexo da alma de uma artista em busca do seu lugar no mercado e que não tem medo de mostrar ao mundo as dores e as belezas do processo mais íntimo de uma vida: a Transmutação.

Pré save de Silêncio:
https://ditto.fm/silencio-rebecca-nora

Acompanhe Rebecca Nora em suas redes:
Instagram: https://www.instagram.com/rebeccanoraa/
YouTube: https://www.youtube.com/rebeccanora/
Facebook https://www.facebook.com/rebeccanoraaa/

 

Diego Fernandes Escrito por:

Bebedor desenfreado de café e averso a picanha, Diego é desenvolvedor front-end e professor. É o fundador do Duofox. Na literatura não vive sem os russos Dostoiévski e Anton Tchekhov e consegue "perder" tempo com autores da terra do Tio Sam, Raymond Chandler e Melville. Acredita que a arte de maneira geral é a única forma de manter o ser humano pelo menos acordado, longe do limbo que pode levar a humanidade à Encruzilhada das Almas.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *