Sonhar não paga pedágio

O calor infernal consegue derreter aos poucos os miolos que me restam e pra refrescar ao invés de água porque não algo mais saboroso e calórico para satisfazer meu cérebro? Sentada na rodoviária (minha segunda casa nos últimos meses) pensando na vida, lá estava eu, olhando a “banda passar” (espero Leia mais…

Um vintém por sua vida

  A história de hoje era para ser curta (uma página, mas me empolguei), aviso a meu querido leitor que não é nada inovadora, entretanto convido a pensar mais uma vez no assunto. O fim do ano se aproxima comprovando que Nostradamus errou longe na profecia da extinção da humanidade, Leia mais…

Momentos Fugazes

Além do meu trabalho, passo a maior parte do meu tempo me deslocando no trajeto de ida e volta para casa, portanto as experiências significativas do meu dia acontecem no trajeto, é normalmente dentro do ônibus que muitas das minhas histórias irão se desenrolar. Hoje não podia ser diferente. Numa Leia mais…

O busão

Você deve imaginar aqueles dias que a gente volta do serviço meio bêbado de cansaço, e é nesse momento que acabamos fazendo as maiores cagadas e dando descarga. A rotina massacrante me rendeu uma história bem absurda. Pensando agora sobre isso as vezes tenho a impressão que sonhei, me custa Leia mais…

A mercadoria

As semanas tendem a começar caóticas, pelo menos para mim, e normalmente terminam mais confusas. Bem, essa é a graça da vida, não é mesmo? A beleza de tudo isso é que eu nunca me acostumo com o caos, então tudo se revela uma surpresa. Iniciando minha habitual segunda-feira, retornando Leia mais…

error: Duofox é escrito sob uma licença Creative Commons com Atribuição de Uso Não-Comercial.